Por que a Direção Espiritual é boa para a minha alma?

Eu me lembro muito claramente de estar nervosa na fila da confissão numa tarde de sábado, com a minha cabeça dividida entre rezar uma dezena do rosário ou repassar a minha lista de pecados para confessar.

Quando era a minha vez, o padre que estava escutando as confissões teve que sair. O que foi substituí-lo eu conhecia bem e foi meu diretor espiritual durante vários meses antes. Eu estava preocupada com a possibilidade de ele me penalizar por não ter tido direção espiritual por tanto tempo, especialmente depois que eu confessei todos os meus pecados e estava em lágrimas e muito frustrada. 

Pelo contrário, ele gentilmente me perguntou se eu já tinha discutido essas questões profundamente com um padre ou com outra pessoa que pudesse me ajudar. Envergonhada, eu disse que não. Verdadeiramente, eu parei de ir na direção espiritual em parte porque eu tinha dificuldade de falar sobre o que eu estava lutando. Eu estava preocupada em me tornar vulnerável. 

Depois de rezar as orações de absolvição e me passar uma penitência ridiculamente fácil, Monsenhor me encorajou a retornar para a direção espiritual. Eu me senti mais em paz saindo da confissão do que eu me senti em meses, e assumi a não tão sutil dica de Deus que era o momento de abraçar novamente a direção espiritual. 

E eu estou muito grata por ter feito isso! Aqui estão algumas razões pelas quais ter um diretor espiritual regularmente é bom para a minha alma – e pode ser para a sua também. 

Você vai crescer no seu entendimento da misericórdia de Deus

Embora as experiências possam ser muito diferentes entre si, a direção espiritual normalmente envolve encontrar com alguém – clérico, consagrado ou leigo – que é treinado em nos guiar a ajudar aonde Deus está agindo em nossas vidas. 

Em algum grau, nós nos deixamos ser vulneráveis diante do nosso diretor espiritual quando revelamos alguma dificuldade – seja uma desolação espiritual, um pecado particular, dúvida ou relação tensa. Mas essa vulnerabilidade é o que nos ajuda a progredir em nossa vida espiritual, não apenas nos lembrando da misericórdia infinita de Deus, mas também permitindo que a misericórdia trabalhe em nós quando nós convidamos Deus para dentro da nossa confusão, lugares repletos com nossos machucados, nossos medo, nossa vergonha ou nosso orgulho.

Na minha própria vida, a direção espiritual me ajudou a superar o problema do escrúpulo – um medo desordenado de que mesmo as menores e insignificantes coisas sejam um pecado grave. A pessoa escrupulosa normalmente foca na ira de Deus muito antes do seu amor, o que certamente foi o meu caso.

Partilhar sobre minhas dificuldades com meu diretor espiritual me ajudou não apenas a entender a diferença entre pecado mortal e venial, mas também me ajudou a focar mais no amor e misericórdia de Deus.

Você vai ganhar uma perspectiva objetiva na névoa do discernimento

Um diretor espiritual pode também prover uma perspectiva objetiva no discernimento, não importa o que esteja sendo discernido. Seja uma vocação, trabalho, relação, ou começar uma nova devoção, como jejum ou oração da liturgia das horas.

Quando chegam grandes decisões da vida, a família e os amigos podem ser um suporte, mas às vezes eles não são a conversa mais imparcial. Um diretor espiritual acrescenta a perspectiva que enfatiza os desejos de Deus para a sua vida. Idealmente, você vai ser capaz de discutir suas várias opções sem se sentir balançado entre uma outra, porque a prioridade do seu diretor espiritual é te ajudar a fazer aquilo que Deus quer que você faça.

Isso foi especialmente bom para meu discernimento vocacional. Durante muitos meses, eu sofria com o discernimento se eu era chamada a perseguir uma vida religiosa, o que me causou muita ansiedade.

Discutir minhas preocupações e apreensões com meu diretor espiritual me ajudou a entender o significado de uma vocação e a discernir com maior paz e confiança na vontade de Deus para a minha vida. 

Um diretor espiritual não necessariamente (e provavelmente não deveria) dar um conselho sobre sua vida financeira, carreira ou relacionamento, mas ele pode te ajudar a manter seus olhos focados onde eles precisam estar em qualquer processo de discernimento – voltados para Deus.

Você vai crescer em autoconhecimento

Se você é novo na direção espiritual, pode demorar um tempo até você encontrar um diretor espiritual com quem você se sinta confortável. Mas, uma vez que você encontrou o seu match espiritual, ver essa pessoa regularmente por um período de tempo pode te ajudar a crescer imensamente em autoconhecimento.

No meu caso, eu sempre tive direção espiritual com um mesmo padre e no mesmo momento que eu tinha confissão. Ao longo do tempo, meu diretor espiritual pontuou o progresso em áreas que antes eu tinha dificuldade (escrúpulos, por exemplo) e me afirmou e encorajou nesse processo.

Mas, lembre-se que não apenas os padres podem oferecer direção espiritual. Irmãos e irmãs religiosas e leigos treinados também podem servir como diretores espirituais. O importante é encontrar alguém com quem você se sinta confortável em falar sobre diversos tópicos, alguém que você respeita pela sua própria santidade e que pode considere um mentor espiritual.

Você vai crescer em santidade

Tornar-se vulnerável diante do meu diretor espiritual e pedir por um acompanhamento espiritual me ensinou a verdadeira humildade. Humildade que convida Deus às minhas dificuldades e aos meus triunfos. Uma direção espiritual regular me ajudou a crescer em entendimento da misericórdia divina e me tornar vulnerável nessa questão me permitiu ver mais claramente Deus trabalhando em minha vida.

Você não precisa estar passando por uma grande crise ou carregando uma cruz pesada para se beneficiar da direção espiritual. Sejam suas lutas grandes, pequenas ou entre esses lugares, a direção espiritual é boa para a sua alma.

_____________

Autor: Sarah Coffey

Sarah é uma escritora e editora, além de assistente de arquivos na Arquidiocese de St. Louis. Ela e seu marido, Jesse, converteram-se ao catolicismo na faculdade e moram na área de St. Louis com sua gata, Stella.

Fonte: Busted Halo

Traduzido por Maria Augusta – Membro da Rede de Missão Campus Fidei.

5 1 votar
O que você achou?
Assinar
Notifição de
0 Comentários
Feedbacks online
Ver todos os comentários
0
Deixe seu comentário no post!x
Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.